MANIPULADORES DE ALIMENTOS

012

É indispensável que o manipulador de alimentos tenha a preocupação em respeitar algumas regras básicas de higiene pessoal.

Como olhamos o trabalhador manipulador de alimentos?

Nossa empresa, acima de tudo, avalia a capacidade física do trabalhador em executar as diversas atividades, assim como, se este trabalhador tem condições de saúde de, ao exercer sua atividade não prejudicar o objeto de seu trabalho (O alimento).

Que doença o manipulador de alimentos poderá desenvolver exercendo a atividade?

Em princípio, nosso olhar está focado em observar a saúde do trabalhador, porque o grande problema é este, sua condição de saúde que possibilite contaminar o alimento manipulado.

Quais são as preocupações?

Atualmente, além da preocupação em obtermos uma alimentação saudável e eficiente, ou seja, bem equilibrada, com boa aparência, rica em substâncias benéficas, também é de fundamental importância considerar que ela seja totalmente livre de agentes (agrotóxicos, bactérias, entre outros) causadores de doenças que afetam a saúde de quem a consome. Para isso, são necessários cuidados especiais das fontes contaminantes dos alimentos.

A função do manipulador de alimentos vai muito além da preocupação em oferecer pratos bonitos e saborosos que é o de contribuir para a preservação da qualidade dos alimentos fornecidos aos clientes do estabelecimento em que trabalha.

O que a Medicina do Trabalho analisa no exame médico admissional?

Num exame admissional o médico vai dar maior atenção a condição física do trabalhador, realizando um exame físico voltado às mãos, pés (conferindo infecções fúngicas), higiene pessoal, também será solicitado exame Parasitológico de Fezes, Hemograma e micológico de unhas. Com os exames físico, laboratorial e anamnese haverá condições de avaliar e considerar Apto ou Não o trabalhador que prepara o que a população consome diretamente.

Com que periodicidade é avaliado este profissional?

Como regra básica, anualmente são repetidas as mesmas avaliações, em um ano tudo poderá mudar e deve ser constante esse monitoramento.

Quais equipamentos de Proteção devem ser entregues ao manipulador de alimentos?

Existem uma série de equipamentos que se destinam tanto a proteger o alimento como para proteger o trabalhador de riscos como cortes, queimaduras, frio e calor, além de outros capazes de não passar aos alimentos germes, bactérias, vírus e parasitas.

Cada situação é avaliada de acordo com cada ambiente de trabalho e cada produto a ser elaborado.

Os Principais EPIs são:

(1) Álcool gel 70% para higienização de superfícies e mãos;

(2) Avental de TNT;

(3) Bota de borracha – CA 27891 – Fabricante: CANADA EPI CALCADOS PROFISSIONAIS LTDA;

(4) Luva de látex para proteção contra químicos – CA 10695 – Fabricante: VCH – IMPORTADORA, EXPORTADORA E DISTRIBUICAO DE PRODUTOS LTDA;

(5) Luva de Proteção contra agentes mecânicos e Químicos – CA 40314 – Fabricante: SUPERPRO BETTANIN S.A.;

(6) Luva de Proteção contra agentes químicos e calor – CA 15100 – Fabricante: VCH – IMPORTADORA, EXPORTADORA E DISTRIBUICAO DE PRODUTOS LTDA;

(7) Luva para proteção contra agentes biológicos – CA 40875 – VOLK DO BRASIL LTDA;

(8) Protetor facial para prevenção contra Covid-19;

(9) Sapato de EVA – CA 27921 – Fabricante: SOFT WORKS EPI CALCADOS LTDA;

(10) Touca sanfonada elástica em TNT – Sem CA;

(11) Uniforme – Sem CA;

(12) Vestimenta tipo japona para frio – CA 25725 – Fabricante: VCH – IMPORTADORA, EXPORTADORA E DISTRIBUICAO DE PRODUTOS LTDA.

No exemplo acima, o empresário deve ter a preocupação de que cada EPI tenha seu CA (certificado de Aprovação do INMETRO) no momento da aquisição

Essas informações como postas acima são fruto de pesquisa para que o manipulador tenha a disposição os equipamentos adequados.

Hoje todos os laudos e levantamentos de riscos ambientais devem trazer especificamente as informações completas para o empregador não errar no momento da compra assim como, para atender o envio online ao sistema e-Social que inicia em Setembro 2021.

Esperamos que estas informações agreguem afim de melhorarmos a qualidade daquilo que consumimos e para os empresários do ramo.

GABRIELA ARDELEANU.
Bacharel Direito, 
CEO da ARQUÉ

CADASTRE-SE PARA RECEBER NOVIDADES

Beco Dona Gasparina, 119 – Fiúza, Viamão – RS
+55 51 3434.2499 | [email protected]

Sinval Transportes© – Todos os direitos reservados. Por METANÓIA Agência de Comunicação Digital.